Mês: junho 2019

Fidelização de Clientes: 3 Motivos para você investir

Leitura em 3 minutos

Saiba como a Fidelização de Clientes pode manter o seu negócio e a satisfação do seu cliente.

No último artigo falamos sobre Retenção de Clientes e sobre a diferença entre Retenção e fidelização, se você ainda não leu, clique aqui e saiba porque a Retenção de Clientes é um passo a menos para a fidelização.

Antes de te dizer os 3 motivos para investir em fidelização, eu acho importante reforçar que a fidelização de clientes é um termo já conhecido no Brasil e que nos últimos anos com a virada que o Marketing deu, em olhar mais para o Cliente, o mercado de fidelização cresceu muito.
Para a ARC esse assunto já é prioridade faz tempo! Começamos há 14 anos a investir em fidelização de clientes, na época, os restaurantes eram o nosso foco e hoje expandimos nossos serviços para bens de consumo e até empresas de crédito.
Essa mudança de clientes com que trabalhamos, reforça ainda mais esse crescimento de mercado e o motivo de tanto investimento em fidelização é simples: o cliente é importante. E ninguém quer perder seus clientes.

A fidelização começa com um conjunto de ações, feitas pela empresa para atrair, recompensar e manter seus clientes. Esse conjunto de ações se dá por meio de benefícios para os clientes, que se sentem prestigiados por aquela empresa, criando um vínculo ainda mais forte com ela.


1. Fidelização é mais fácil (e mais barato!) do que conversão

Quando falamos em fidelização, estamos falando de ações feitas com clientes já existentes. É um trabalho totalmente voltado para quem já conhece e compra com você. Todo o trabalho de conversão já foi realizado e agora tudo o que você precisa fazer é mostrar que escolher você foi a melhor opção.

2. Fidelizar pode expandir sua marca!

Quer fazer a sua marca crescer? Invista em fidelização! Já falamos algumas vezes sobre o poder de um cliente na divulgação de uma marca/empresa e para que seus clientes sejam defensores da sua marca e a propaguem. Portanto, você precisa mostrar pra eles que o que eles vivem com você é completamente diferente do que com outras empresas. Não se trata de concorrência mas sim de competência.

3. Um pássaro na mão é melhor do que dois voando.

O trabalho de fidelização e retenção de clientes é o que faz com que você consiga manter os seus clientes, não investir nesse conjunto de ações é igual a deixar dois pássaros voando. Porque a verdade é que sempre vão existir perdas no mundo dos negócios. Não podemos garantir 100% de satisfação de todos os clientes mas podemos garantir que a satisfação seja maior do que a insatisfação.

Fidelizar é um ato de comprometimento com o seu cliente, é gerar e atender expectativas. É criar conexões e estabelecer vínculos.

Teste grátis por 30 dias a nossa ferramenta e transforme a relação com seus clientes. Cadastre-se aqui!


Retenção de Clientes

Leitura em 3 minutos

O que é e qual a importância dela para o seu negócio?

Retenção de Clientes

Primeiro vamos diferenciar a retenção e a fidelização de clientes.

Como já falamos aqui algumas vezes a fidelização é um estágio mais avançado de relação com o cliente, é um processo que ocorre quando o seu cliente já reconhece a sua marca, acredita e até propaga ela.

Já a retenção acontece em outro momento, um exemplo bem claro de retenção é quando você quer cancelar uma assinatura. A empresa te oferece milhões de benefícios para te manter como assinante.
Nesse momento a relação cliente/empresa já está afetada, o cliente não está fidelizado, pelo contrário, está tentando se desvincular.

A retenção é o primeiro passo para a Fidelização, não se pode pensar em fidelizar um cliente que não quer mais vínculos com sua empresa. Mas para isso,você precisa rete-lo.

Quais são os benefícios da Retenção de Clientes?

O primeiro e mais claro, é não perder o cliente. Mas a retenção também mostra que você se importa com esse vínculo e que você não quer perdê-lo.
Financeiramente, a retenção é mais barata que a captação de novos clientes e também é um passo a menos para a fidelização.

A retenção é capaz de te fazer enxergar pontos negativos na sua empresa, se você estiver a ponto de perder mais de um cliente pelo mesmo motivo, esse é um alerta vermelho para que você comece a mudar.

Dica: No processo de retenção algumas empresas prometem além do que podem cumprir e esse é um problema sério. Não atender as expectativas gera frustração. O ideal é ser transparente e entender o ponto de vista do cliente.

Como trabalhar a retenção?

  • Esteja sempre atendo aos feedbacks dos seus clientes, eles são os principais medidores do seu serviço ou produto.
  • Otimize o seu atendimento. Esteja sempre a frente de um problema e seja rápido em trazer soluções.
  • Otimize o Pós venda. Vender é ótimo, mas o cuidado com o cliente nesse momento em que ele já fez a compra ou contratou o serviço é o que vai manter o vínculo dele com a empresa.
  • Use a perda para mudanças. Perdeu um cliente importante? Esse é o momento perfeito para visualizar onde precisa mudar.
  • Satisfaça seu cliente. Utilize a retenção mas esteja aberto para um relacionamento ainda mais profundo com o seu cliente e torne ele fiel a marca. Inicie o processo de Fidelização.

Agora que já falamos um pouco sobre retenção, o próximo passo é dar início ao processo de fidelização, para isso, na próxima postagem vamos falar os principais motivos para você investir em fidelização de clientes.

Para ter ainda mais informações e dicas sobre mercado, desenvolvimento pessoal e profissional, escute o nosso podcast, semanalmente disponibilizamos um novo episódio cheio de insights ⚡️

Teste nossas ferramentas gratuitamente por 30 dias clicando aqui